Quem sou eu

Minha foto
Sou Capitão da Polícia Militar, Pedagogo, Especialista em Segurança Pública, Já ocupei as funções de Diretor do Colégio da Polícia Militar-PB (nov2009-jun2017), Coordenador-Geral do PRONATEC na Paraíba (mai2016-mai2017) e Coordenador de Polo do PBVest (2015-jun2017). Atualmente componho o Estado-Maior Estratégico da Polícia Militar da Paraíba, na função de Coordenador do EM/4-Políticas de Prevenção. Acredito que o nosso Brasil pode melhorar muito mais, na medida em que todos possam colaborar com as suas capacidades. TWITTER : @ElmerMelz ; FACEBOOK: Elmer Melz

terça-feira, 10 de maio de 2011

Colégio da Polícia Militar, Disciplina e Boa Educação


          Fundado em 1994 através de convenio com a Secretaria Estadual de Educação do Estado da Paraíba, apenas com educação básica, o 1º Grau. Hoje o Colégio dispõe de educação de nível fundamental e médio. O Capitão Elmer Melz Oliveira, auxiliado por mais quatro oficiais, é o Diretor do Colégio desde 2009. Mas sua participação à frente da mesma começou em 1999 quando foi Chefe de Disciplina por duas vezes. De lá para cá comandou a Secretaria em duas ocasiões, a Tesouraria também duas vezes, Chefe de Divisão de Ensino e Vice-Diretor em duas gestões. Tais experiências o credenciaram para o comando da Diretoria.  O Colégio está integrado ao Sistema de Ensino da Policia Militar da Paraíba, subordinado ao Centro de Educação da Policia Militar, funcionando em edificações específicas, no Bairro de Mangabeira. Tem se destacado não só nos esportes ou no número de aprovados no vestibular, mas principalmente por oferecer ensino gratuito e de excelência. Em função disso, a Escola já foi vencedora do Premio Nacional de Referencia em Gestão Escolar (UNESCO / Fundação Roberto Marinho), e escolhida como referencia em gestão de merenda escolar (TV Futura).
A Educação
          O aluno fica à vontade, o Colégio procura formar o cidadão com todos os requisitos. Os mesmos são escolados por um “Chefe de Turma” (escolhido dentre eles), que ao inicio das aulas os cumprimenta com um; “ANTENÇÃO, TURMA!”, ao que todos se levantam. Então o Chefe os apresenta ao professor e assim, tem-se o inicio das mesmas. O corpo de professores é mesclado entre civis e militares.
          Uma escola de ensino qualificado que lhe dá 40% de aprovação no vestibular, uma média considerada alta, e sendo uma entidade que segue os princípios da filosofia militar, vai gerar também uma conduta militar. Ao chegar à escola, o aluno terá um grau de conduta dez. Daí então, ele será observado pelo dispositivo FO, Fato Observado, positivo e negativo. Ao atingir o nível de quatro fatos negativos, o mesmo é submetido ao Conselho de Escola representado por segmentos da comunidade, que são: Presidente, um professor do Estado, um Vice, um professor efetivo, Diretor e Vice, um militar oficial, um representante dos Funcionários da Escola, civil/militar, um representante de pais de alunos, um representante da comunidade local e dois representantes dos alunos. Este Conselho decidirá sobre o destino do aluno.
          Segundo o Capitão Vilberto Monteiro da Silva, Vice Diretor do CPM, o Colégio possui 15 salas de aulas para 1400 alunos nos turnos da manhã e tarde, sendo algumas climatizadas. E é plano da Diretoria que todas sejam equipadas com ar condicionado.