Quem sou eu

Minha foto
Sou Capitão da Polícia Militar, Pedagogo, Especialista em Segurança Pública, Já ocupei as funções de Diretor do Colégio da Polícia Militar-PB (nov2009-jun2017), Coordenador-Geral do PRONATEC na Paraíba (mai2016-mai2017) e Coordenador de Polo do PBVest (2015-jun2017). Atualmente componho o Estado-Maior Estratégico da Polícia Militar da Paraíba, na função de Coordenador do EM/4-Políticas de Prevenção. Acredito que o nosso Brasil pode melhorar muito mais, na medida em que todos possam colaborar com as suas capacidades. TWITTER : @ElmerMelz ; FACEBOOK: Elmer Melz

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Colégio da PM e o Dia das Vovós

Para comemorar o dia das vovós  (26 de julho) a coordenadora do ensino fundamental I, Ediene Kelly, com o apoio da professora Andréia e da psicóloga escolar Davina, realizaram uma arrecadação de material de higiene entre os estudantes com o objetivo de proporcionar às crianças um momento de carinho e apoio a essas pessoas tão importantes ao longo de nossas vidas que já nos deram tanto amor e que agora precisam da nossa presença e cuidados: AS NOSSAS VOVÓS.

As doações foram entregues na Instituição de Longa Permanência de Idosas Casa da Divina Misericórdia,localizada no Bairro dos Bancários, onde os alunos do Colégio da PM, por meio de  representantes de cada sala, puderam entregar às idosas além do material de higiene arrecadado, cartinhas escritas com muito carinho.

Todos ficaram muitos felizes e emocionados com o carinho entre estudantes e vovós.  Com certeza uma tarde inesquecível!!!






























sexta-feira, 27 de julho de 2012

Alunos do CPM se preparam para o prêmio de redação João Pedro Teixeira.

Transcrito de: http://www.rodrigofonteshistoria.blogspot.com.br/

Desde o início do mês de julho, alunos dos 9º anos do CPM, orientados pelo educador Sd Fontes, vêm se preparando para disputar o Prêmio de Redação João Pedro Teixeira idealizado e lançado pelo Governo do Estado da Paraíba.
 
A formação do grupo além de disputar o prêmio, tem o objetivo de estimular e promover o conhecimento da história de João Pedro Teixeira e das lutas camponesas na Paraíba. Tudo isso com textos pré-definidos, onde os alunos fazem uma leitura prévia e chegam nas reuniões com suas idéias para os debates, que diga-se de passagem, com um nível bem elevado. Além disso, aulas práticas de redação serão ministradas para facilitar a escrita.
 
Para os alunos, a formação do grupo de estudos sobre as Ligas Camponesas e a história de João Pedro Teixeira, está servindo como forma de conhecimento do assunto, antes desconhecido por boa parte, não só dos mesmos, mas da sociedade paraibana em geral. Os discentes estão adorando estudar a história deste ilustre paraibano, que foi morto covardemente, defendendo a causa dos trabalhadores rurais da Paraíba no início dos anos 60 e que ainda hoje permanece mais viva do que nunca. Após algumas análises textuais, os alunos chegaram à conclusão que João Pedro Teixeira vive, pois a luta do homem do campo ainda não morreu.
 
O grupo se encontra sempre as quartas e sextas-feiras, nas dependências da sala de informática do Colégio Militar das 14:00h às 17:00h, aproveitando o espaço escolar no período inverso de aula, que oferece um bom ambiente, equipado com computadores, data-show, climatização e quadro negro. Tudo isso para facilitar e tornar prazerosa a aprendizagem.
 
O projeto tem total apoio da direção da escola na figura do Cap Elmer Melz, que sempre vem incentivando o alunado nos diversos prêmios disputados pelo educandário. 




quinta-feira, 26 de julho de 2012

Colégio da PM e a Escola Técnica Estadual em Mangabeira

Confira também em:

O Governo do Estado, por meio da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento da Paraíba (Suplan), vai realizar, nos dias 27, 28 e 29 deste mês, a partir das 14h30, a concorrência para a construção de três escolas técnicas estaduais nos municípios de João Pessoa, Bayeux e Mamanguape, respectivamente. Cada unidade está orçada em R$ 7,7 milhões.  Os editais da Suplan estão publicados no Diário Oficial do Estado, edição de sábado (21), nas páginas 11 e 12.

A meta do Governo do Estado é construir 15 escolas técnicas estaduais, das quais seis estão com os projetos em andamento. Ainda este ano terá início a construção das unidades de João Pessoa, Bayeux e Mamanguape, que terão capacidade para atender a 1.200 alunos, cada.
 
Este ano, o Colégio da Polícia Militar da Paraíba (EEEFM Dr Fernando M. C. Lima) ingressou no programa Brasil Profissionalizado ofertando dois cursos técnicos: Técnico em Informática para Internet e, Técnico em Programação de Jogos Digitais.

O Colégio da Polícia Militar é uma escola da rede estadual conveniada com a Polícia Militar da Paraíba.  À Secretaria de Estado da Educação cabe a logística, desde a merenda escolar até a contratação de professores.  À Polícia Militar cabe a gestão administrativa e pedagógica.

Atualmente a gestão do Colégio da PM é liderada pelo Capitão Elmer Melz, que vem se destacando no cenário da educação estadual por imprimir um ritmo de ações pedagógicas que motivam não só alunos e professores, mas toda a comunidade escolar.

Uma das atitudes mais elogiadas foi a inclusão do Colégio da Polícia Militar no Programa Brasil Profissionalizado, do Governo Federal, "O programa Brasil Profissionalizado visa fortalecer as redes estaduais de educação profissional e tecnológica. A iniciativa repassa recursos do governo federal para que os estados invistam em suas escolas técnicas" disse o Capitão Elmer Melz.

O capitão Elmer revela que a disciplina militar contribui muito com a formação diferenciada do alunado. O oficial relata que empresários têm contratado ex-alunos do Colégio Militar e a conduta nas relações pessoais e profissionais tem contribuído com este perfil diferenciado a partir do comportamento. Há depoimentos de alunos revelando o quanto o Colégio tem sido importante na sua formação, inclusive do caráter de bons cidadãos.

A Secretaria de Estado da Educação já sinalizou positivamente de que a Escola Técnica Estadual,  em João Pessoa, ficará sob a gestão do Colégio da Polícia Militar, para o contentamento de toda a comunidade circunvizinha.


O projeto das escolas técnicas foi feito no setor de arquitetura da Suplan e prevê edificações de primeiro andar, com 11 salas de aula, auditório com capacidade para 145 pessoas, biblioteca, sala multimídia para professores, e laboratórios de línguas, informática, física, química, biologia e matemática. O local também terá um Centro de Vivência, onde os alunos poderão se socializar e lanchar nos intervalos das aulas. Também contará com refeitório, cantina, cozinha industrial completa, sala para o grêmio estudantil, oficina de manutenção e um anfiteatro.


As escolas ainda serão equipadas com ginásio de esportes com todo o apoio para os atletas: depósito de equipamentos, vestiário, sala para professores e banheiros. O arquiteto responsável pelo projeto, Eurípedes Oliveira, informou que a escola ainda terá dois laboratórios especiais, cuja função será determinada pelas necessidades de cada cidade e corpo docente.

Confira as imagens:
Vista aérea

Auditório

Circulação - salas superior

Sala de aula

Laboratório de física

Laboratório de química

Cozinha - Vestiários funcionários

Sala dos professores

Passarelas

Ginásio de esportes

Vista aérea

Fachada

Fachada

Hall

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Colégio da PM e os Prêmios Escola de Valor e Mestres da Educação

O Governador Ricardo Coutinho lançou na manhã desta segunda-feira (23jul2012), os prêmios Escola de Valor e Mestres da Educação.  O Capitão Elmer Melz, diretor do Colégio da Polícia Militar, foi convidado a se fazer presente no Salão Nobre do Palácio da Redenção para assistir ao anúncio.

Esta é a segunda edição dos prêmios, que foram lançados no ano passado, e fazem parte do Plano de Gestão Paraíba Faz Educação.  Em 2011, o Colégio da Polícia Militar foi contemplado com o prêmio em duas categorias.

"O Prêmio é um estímulo para todos que integram a escola, sendo que o principal não é o prêmio em si, mas  a oportunidade do esforço participativo do conjunto produzir educação de primeira qualidade, beneficiando os filhos do povo e contribuindo para o desenvolvimento social", disse o diretor do Colégio da PM.

Desde o início do ano letivo os professores do Colégio Militar alinhavam a descrição de seus projetos já em andamento, sentindo-se confiantes de mais uma conquista.

Foto: José Marques / SECOM-PB

Foto: José Marques / SECOM-PB