Quem sou eu

Minha foto
Sou Capitão da Polícia Militar, Pedagogo, Especialista em Segurança Pública, Diretor do Colégio da Polícia Militar-PB, Coordenador-Geral do PRONATEC na Paraíba. Acredito que o nosso Brasil pode melhorar muito mais, na medida em que todos possam colaborar com as suas capacidades. TWITTER : @ElmerMelz ; FACEBOOK: Elmer Melz

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Estudantes do Colégio da Polícia Militar apresentarão projeto de jogo para CELULAR e TABLET em evento na Capital

Veja também em: http://www.agendaparaiba.com/wordpress/estudantes-do-colegio-da-pm-da-paraiba-apresentarao-projeto-de-jogo-para-tablet-e-celulares-em-evento-na-capital/

Nos dias 22 e 23 de novembro de 2013, um grupo de alunos do Colégio da Polícia Militar, matriculados no curso Técnico em Programação de Jogos Digitais, orientados pelo experiente professor Roberto Júnior, participarão do II ANDROIDOS DAY, evento promovido pela Unipê, onde serão apresentadas palestras e minicursos que trarão para os participantes as inovações tecnológicas dentro da linguagem e desenvolvimento do sistema operacional Android.
Os alunos apresentarão o projeto DOCK’s. “O enredo do jogo trata de um trabalhador que já perdeu vários empregos e recebe uma nova oportunidade: pilotar um helicóptero transportando carga de um hangar para as docas, daí o nome do jogo.  O jogador deve atentar para o tempo para realizar as tarefas, o cuidado para não danificar o veículo ou a carga.  Dessa forma são exercitadas a atenção, a coordenação motora e a responsabilidade”, revelou a aluna Thalita Borges.
“Queremos provar que alunos de escola pública também podem ser referência quando o assunto é tecnologia de programação de jogos digitais.  Na Paraíba o Colégio da Polícia Militar é pioneiro.  Estamos nos preparando para entrar no mercado de trabalho pela porta da frente”, Hermano Filho
Para a construção, modelagem e texturização dos gráficos, segundo o aluno Davi Cavalcante, foram utilizados os seguintes programas: Blender, Unity, Photoshop, Inkscape, Autsdesk Sketchbook Express.  “Por meio da determinação pessoal superamos as dificuldades encontradas pela falta de recursos específicos para a realização do projeto.  Desistir, jamais!”, desabafou o estudante.
“No ano que vem, quando o Colégio da Polícia Militar estiver funcionando no prédio da Escola Técnica Estadual, em Mangabeira, as condições serão melhores e com certeza traremos muito orgulho para o nosso Estado” falou com entusiasmo o aluno Islan Chianca.

As inscrições para a seleção de alunos novatos para o ano letivo 2014 já iniciaram e se estendem até o dia 13 de dezembro.  O edital foi publicado no Diário Oficial do Estado do dia 17/10/2013.

Estudantes envolvidos no projeto

Storyboard



terça-feira, 12 de novembro de 2013

Colégio da Polícia Militar na TV ESCOLA.

.
Poucos sabem, mas o Colégio da Polícia Militar da Paraíba já foi tema de programa da TV Escola, sendo inclusive apontada como referência para todo o país.

Assista o vídeo no link abaixo, comente o que achou.
Se gostou, divulgue.


O CPM-PB é mais do que uma escola, é uma verdadeira família.

AVANTE !!!






domingo, 3 de novembro de 2013

A realidade das famílias que vivem em apartamentos minúsculos em Hong Kong

Transcrito de : http://www.megacurioso.com.br/oriente-bizarro/39091-a-realidade-das-familias-que-vivem-em-apartamentos-minusculos-em-hong-kong.htm

Confira uma galeria de imagens que mostra como os mais pobres vivem em meio a uma das cidades mais ricas do mundo
A realidade das famílias que vivem em apartamentos minúsculos em Hong Kong
Quarto, banheiro, cozinha e sala: tudo em um mesmo lugar. Essa é a realidade de milhares de pessoas que vivem em Hong Kong, uma das cidades mais ricas do mundo, mas que esconde sua pobreza em apartamentos minúsculos.
De acordo com o jornal britânico The Daily Mail, os que vivem nessas condições são idosos, desempregados, famílias com baixa renda e solteiros. E como se não bastasse a escassez de espaço – um dos apartamentos mostrados abaixo mede pouco mais de 2,5 metros quadrados (Foto #3) – os alugueis pagos por esses moradores ainda são caros e o metro quadrado pode chegar a custar 90 dólares de Hong Kong (cerca de 25 reais) por mês.
Com uma área de apenas 1,104 quilômetros quadrados, a região administrativa da China tem uma população de 7 milhões de habitantes, fazendo de Hong Kong uma das regiões mais densamente povoadas do mundo – o que explica a falta de espaço e boas condições para quem vive por lá.
As imagens que você confere abaixo foram capturadas pela Society for Community Organisation (SoCO) em uma tentativa de alertar o governo para um problema que cresce diariamente. As fotos foram feitas nos distritos de Sham Shui Po, Yau Tsim Mong e Kowloon City, mas a organização lembra que pessoas vivendo em situações semelhantes podem ser encontradas em todas as 18 regiões da cidade.

“Hong Kong é considerada uma das cidades mais ricas do mundo. No entanto, escondida sob essa prosperidade está a uma grande desigualdade de posses e um grupo esquecido de pessoas pobres. Centenas de milhares ainda vivem aprisionados em casas ou em cubículos divididos, enquanto as famílias desempregadas recém-chegadas da China e as crianças pobres lutam para sobreviver. Os clientes desprivilegiados da SoCO aumentam enquanto a riqueza da cidade continua a crescer”, comenta Ho Hei Wah, diretor da organização.

Foto #1

Fonte da imagem: Reprodução/The Daily Mail

Foto #2

Fonte da imagem: Reprodução/The Daily Mail

Foto #3

Fonte da imagem: Reprodução/The Daily Mail

Foto #4

Fonte da imagem: Reprodução/The Daily Mail

Foto #5

Fonte da imagem: Reprodução/The Daily Mail

Foto #6

Fonte da imagem: Reprodução/The Daily Mail

Foto #7

Fonte da imagem: Reprodução/The Daily Mail

Foto #8

Fonte da imagem: Reprodução/The Daily Mail