Quem sou eu

Minha foto
Sou Capitão da Polícia Militar, Pedagogo, Especialista em Segurança Pública, Já ocupei as funções de Diretor do Colégio da Polícia Militar-PB (nov2009-jun2017), Coordenador-Geral do PRONATEC na Paraíba (mai2016-mai2017) e Coordenador de Polo do PBVest (2015-jun2017). Atualmente componho o Estado-Maior Estratégico da Polícia Militar da Paraíba, na função de Coordenador do EM/4-Políticas de Prevenção. Acredito que o nosso Brasil pode melhorar muito mais, na medida em que todos possam colaborar com as suas capacidades. TWITTER : @ElmerMelz ; FACEBOOK: Elmer Melz

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Colégio da PM e a Escola Técnica Estadual em Mangabeira

Confira também em:

O Governo do Estado, por meio da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento da Paraíba (Suplan), vai realizar, nos dias 27, 28 e 29 deste mês, a partir das 14h30, a concorrência para a construção de três escolas técnicas estaduais nos municípios de João Pessoa, Bayeux e Mamanguape, respectivamente. Cada unidade está orçada em R$ 7,7 milhões.  Os editais da Suplan estão publicados no Diário Oficial do Estado, edição de sábado (21), nas páginas 11 e 12.

A meta do Governo do Estado é construir 15 escolas técnicas estaduais, das quais seis estão com os projetos em andamento. Ainda este ano terá início a construção das unidades de João Pessoa, Bayeux e Mamanguape, que terão capacidade para atender a 1.200 alunos, cada.
 
Este ano, o Colégio da Polícia Militar da Paraíba (EEEFM Dr Fernando M. C. Lima) ingressou no programa Brasil Profissionalizado ofertando dois cursos técnicos: Técnico em Informática para Internet e, Técnico em Programação de Jogos Digitais.

O Colégio da Polícia Militar é uma escola da rede estadual conveniada com a Polícia Militar da Paraíba.  À Secretaria de Estado da Educação cabe a logística, desde a merenda escolar até a contratação de professores.  À Polícia Militar cabe a gestão administrativa e pedagógica.

Atualmente a gestão do Colégio da PM é liderada pelo Capitão Elmer Melz, que vem se destacando no cenário da educação estadual por imprimir um ritmo de ações pedagógicas que motivam não só alunos e professores, mas toda a comunidade escolar.

Uma das atitudes mais elogiadas foi a inclusão do Colégio da Polícia Militar no Programa Brasil Profissionalizado, do Governo Federal, "O programa Brasil Profissionalizado visa fortalecer as redes estaduais de educação profissional e tecnológica. A iniciativa repassa recursos do governo federal para que os estados invistam em suas escolas técnicas" disse o Capitão Elmer Melz.

O capitão Elmer revela que a disciplina militar contribui muito com a formação diferenciada do alunado. O oficial relata que empresários têm contratado ex-alunos do Colégio Militar e a conduta nas relações pessoais e profissionais tem contribuído com este perfil diferenciado a partir do comportamento. Há depoimentos de alunos revelando o quanto o Colégio tem sido importante na sua formação, inclusive do caráter de bons cidadãos.

A Secretaria de Estado da Educação já sinalizou positivamente de que a Escola Técnica Estadual,  em João Pessoa, ficará sob a gestão do Colégio da Polícia Militar, para o contentamento de toda a comunidade circunvizinha.


O projeto das escolas técnicas foi feito no setor de arquitetura da Suplan e prevê edificações de primeiro andar, com 11 salas de aula, auditório com capacidade para 145 pessoas, biblioteca, sala multimídia para professores, e laboratórios de línguas, informática, física, química, biologia e matemática. O local também terá um Centro de Vivência, onde os alunos poderão se socializar e lanchar nos intervalos das aulas. Também contará com refeitório, cantina, cozinha industrial completa, sala para o grêmio estudantil, oficina de manutenção e um anfiteatro.


As escolas ainda serão equipadas com ginásio de esportes com todo o apoio para os atletas: depósito de equipamentos, vestiário, sala para professores e banheiros. O arquiteto responsável pelo projeto, Eurípedes Oliveira, informou que a escola ainda terá dois laboratórios especiais, cuja função será determinada pelas necessidades de cada cidade e corpo docente.

Confira as imagens:
Vista aérea

Auditório

Circulação - salas superior

Sala de aula

Laboratório de física

Laboratório de química

Cozinha - Vestiários funcionários

Sala dos professores

Passarelas

Ginásio de esportes

Vista aérea

Fachada

Fachada

Hall

3 comentários:

  1. PORQUE NÃO UTILIZAR O COLÉGIO MESTRE SIVUCA COMO UMA INSTENÇÃO DO COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SERIA UMA CONQUISTA IMENSURÁVEL PARA O BAIRRO DE MANGABEIRA E AINDA ABRIR UM COLÉGIO MILITAR EM CAMPINA GRANDE; GUARABIRA , PATOS E CAJAZEIRAS!

    ResponderExcluir
  2. PARABÉNS Capitão Elmer e toda Família CPM! Essa foi mais uma conquista importantíssima pra toda a Comunidade Estudantil, que ganhará qualidade e profissionalismo na Educação. Os jovens e futuros profissionais sairão Qualificados e Capacitados para enfrentarem o competitivo Mercado de Trabalho. \o/

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente, seria muito legal se tudo saísse como previsto.Tomara que este não seja apenas mais um projeto, mas sim a satisfação de uma realidade.

    ResponderExcluir