Quem sou eu

Minha foto
Sou Capitão da Polícia Militar, Pedagogo, Especialista em Segurança Pública, Já ocupei as funções de Diretor do Colégio da Polícia Militar-PB (nov2009-jun2017), Coordenador-Geral do PRONATEC na Paraíba (mai2016-mai2017) e Coordenador de Polo do PBVest (2015-jun2017). Atualmente componho o Estado-Maior Estratégico da Polícia Militar da Paraíba, na função de Coordenador do EM/4-Políticas de Prevenção. Acredito que o nosso Brasil pode melhorar muito mais, na medida em que todos possam colaborar com as suas capacidades. TWITTER : @ElmerMelz ; FACEBOOK: Elmer Melz

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Lachhiman Gurung


Na história da Terra tivemos diversos heróis e diversos vilões, alguns mais conhecidos e famosos que outros, mas foram homens que mudaram o rumo da história e serão sempre lembrados por seus feitos. Por isso vamos lembrar e contar a história dessas pessoas que mudaram o mundo e tornaram-se lendas:

Lachhiman Gurung

3494708180_ac3100c1e7
Nascido em Dakhani, uma esquecida vila nos confins do Nepal, Lachhiman Gurung era um homem pequeno, com pouco mais de um metro e meio de altura, que em tempos de paz jamais seria aceito no exército, mas em tempos de guerra todo homem poderia ser usado, mesmo que não acreditassem em alguém tão pequeno.
vc_91248c
Sendo assim, Lachhiman foi designado para o 8º Gurkha Rifles, depois de ter passado pelos treinos básicos. Durante algum tempo ele lutou na guerra como qualquer outro soldado, até que um dia sua companhia recebeu a ordem para uma importante missão: impedir o avanço de algumas tropas de japonesas.


Enviados para a Taungdaw, seu pelotão estava preparando para atacar os japoneses, quando foram surpreendidos por um número enorme de inimigos, em pouco tempo eles estavam em apuros. No meio do tiroteio, a trincheira onde Gurung estava foi alvejada por três granadas, rapidamente ele se livrou de duas, mas quando a terceira ia ser jogada fora, acabou explodindo em sua mão.
gurung1
Na explosão ele perdeu os dedos, machucou o braço e também o rosto, porém mesmo assim continuou lutando enquanto seus amigos agonizavam ao seu lado dentro da trincheira. Estavam ali apenas ele e mais dois incapacitados de lutar.

Tirando forças de algum lugar e esquecendo a dor, Gurung pegou seu rifle e começou a atacar osVC Lachhiman Gurung
japoneses que avançavam, cada vez que o inimigo se aproximava era rechaçado para longe pelas balas do homem com apenas um braço.


Ninguém sabe como, mas Lachhiman defendeu por quatro horas sua posição, espantando os japoneses utilizando-se de apenas um braço, enquanto o outro sangrava. Depois da chegada dos reforços o homem foi salvo e a contagem de corpos inimigos nas proximidades era 87.

Por esse feito jamais d’antes vistos, Lachhiman Gurung ganhou a mais alta condecoração possível a Victoria Cross!

Depois disso, ele ainda esteve no exército por mais alguns anos, retirando-se como Sargento e sendo chamado de lenda por todos. Já na reserva ele virou criador de gado e viveu tranquilamente até morrer aos 92 anos de causas naturais.
0121B
Esse foi Lachhiman Gurung o homem que parou um pelotão inteiro com apenas um mão, tornando-se uma das maiores lendas militares do mundo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário